Política de Segurança da Informação é atualizada

Uma nova versão da Política de Segurança da Informação (PSI) começou a funcionar na Secretaria de Transparência e Controle do DF, para reforçar o sistema contra possíveis invasões e evitar a propagação de vírus e fraudes virtuais.

“A Tecnologia da Informação é muito dinâmica e o surgimento de novos riscos e ameaças é constante. A própria PSI prevê revisões periódicas”, afirmou Vladimir Wuerges, chefe da Unidade de Administração Tecnológica (UAT) da pasta.

A versão anterior PSI era de 2010 e, segundo Vladimir, passou por melhorias, tornando-se mais clara e trazendo, também, mudanças técnicas.

NOVIDADES – Entre as novidades da Política de Segurança da Informação, da STC, está a implantação da Política de Uso do Correio Eletrônico.

Ela passa a regulamentar o uso do serviço de correio eletrônico na Secretaria. A recomendação é que os servidores utilizem, no ambiente de trabalho, apenas o e-mail institucional (cujo endereço é [email protected]).

A intenção é fazer com que o uso de e-mails gratuitos, como Hotmail, Yahoo e Gmail, por exemplo, seja evitado para tratar de assuntos profissionais.

Além disso, a senha da rede atual, que dá acesso aos computadores e aos sistemas, será substituída gradualmente por um código que mescla letras maiúsculas e minúsculas, números e caracteres especiais.

“Senhas fracas são facilmente descobertas por programas invasores. Agora, teremos mais um importante mecanismo para incrementar a segurança da informação”, alertou o chefe da UAT.

Deixe um comentário