Polícia prende na Asa Norte quatro golpistas integrantes de quadrilhas

Integrantes de duas quadrilhas, suspeitos de praticarem golpes diferentes no Distrito Federal, foram presos pela Polícia Civil. O delegado da 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte), Rodrigo Bonach, dá mais informações sobre os casos, em coletiva na manhâ desta quarta-feira (13/3).

De acordo com Bonach, o primeiro suspeito, Gilberto Pereira Bastos, de 25 anos, faz parte de um grupo de quatro pessoas, entre elas uma mulher, que aplicava o “golpe do livro” em moradores do DF. Eles iam de casa em casa oferecendo livros a um preço superfaturado e diziam que faziam parte de um suposto órgão chamado Sistema Nacional de Pesquisa e Informação (Sinapi).

Para fazer com que as vítimas caíssem no golpe, a quadrilha mentia; alegavam precisar arrecadar dinheiro para conseguir bolsas universitárias. Bastos foi preso em flagrante na Quadra 105 Norte; os outros três comparsas estão foragidos. Todos responderão por estelionato e formação de quadrilha.

A outra quadrilha, formada por três homens, praticavam o golpe que os policiais chamam de “falso funcionário do Banco do Brasil”. A vítima sacava o dinheiro na agência e ao sair, era abordada por um falso funcionário que convencia os clientes do banco a fazer um recadastro dos dados bancários; o bandido ainda trocava o cartão da pessoa sem que ela percebesse.

Antônio de Macedo, 36 anos, Wollens Deyvid Soares, 22, e Antônio Fernandes, 33, foram presos em flagrante, na 201 Norte, no sábado (9/3). De acordo com Bonach já foram registradas outras ocorrências das duas quadrilhas. Outras vítimas de um dos golpes podem comparecer a 2ª DP para identificar os suspeitos.

Fonte: Correio Braziliense

Deixe um comentário