Plant based diet – uma proposta para salvar a humanidade

Plant based diet é caracterizado como um padrão alimentar baseado em plantas, enfatizando o consumo de frutas, vegetais e grãos integrais, e evitando (ou pelo menos reduzindo bastante) a ingestão de produtos de origem animal, açúcar refinado e alimentos industrializados. Um indivíduo vegetariano pode ser considerado com padrão plant-based, mas não necessariamente todo adepto da dieta plant-based será vegetariano. Deu pra entender?

A Sociedade Vegetariana Brasileira (SBV) define o vegetariano como aquele que exclui da sua alimentação todos os tipos de carnes, podendo ou não consumir laticínios ou ovos. As dietas à base de vegetais (plant-based) têm sido estudadas como uma estratégia importante na prevenção e tratamento contra a obesidade, distúrbios alimentares e morbidades associadas a esses quadros clínicos. 

Efeitos consideráveis relacionados ao consumo de vegetais estão associados com quantidade próxima a 800 gramas de vegetais por dia (muito longe do padrão dietético ocidental). Além de serem ricos em fibras, as frutas, hortaliças, cereais integrais e leguminosas, que são os grandes representantes do plant based diet, contêm muitos outros nutrientes que são potencialmente protetores, os compostos bioativos.

Além do fator protetor à saúde, os sistemas alimentares e o meio ambiente têm sido pauta de discussão e associação a um padrão dietético de fato sustentável para as próximas gerações. Afinal, a produção e o consumo de alimentos, talvez mais do que qualquer outra atividade humana, ligam os recursos naturais do planeta à saúde humana.

Deixe um comentário