PGR pede prisão do ex-deputado Bispo Rodrigues

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou na segunda-feira (2) parecer ao Supremo Tribunal Federal (STF) favorável à prisão de Bispo Rodrigues, ex-deputado federal do PL (atual PR), condenado a seis anos e três meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro na Ação Penal 470, o processo do mensalão.

No documento, Janot diz que Rodrigues deve iniciar o cumprimento imediato da pena porque as condenações não podem ser mais modificadas pelos embargos infringentes apresentados pelo ex-deputado. O recurso prevê um novo julgamento para os réus que tiveram pelos menos quatro votos pela absolvição.

No entanto, Rodrigues foi condenado, por unanimidade, pelo crime de corrupção, e obteve dois votos pela absolvição no crime de lavagem de dinheiro. “As condenações impostas ao réu não podem mais ser modificadas, pois ele condenado de forma unânime pelo delito de corrupção passiva e, no que pertine à lavagem de dinheiro, com apenas três votos de divergência”, diz o procurador.

Na semana passada, Janot pediu a prisão do ex-diretor do Banco Rural Vinicius Samarane e do ex-deputado Pedro Correa (PP-PE).

Fonte:

Deixe um comentário