PGR denuncia ex-mulher de Ciro Nogueira ao Supremo

A deputada federal Iracema Portella (Progressistas) é ex-mulher do senador Ciro Nogueira, do mesmo partido. Foto: Divulgação

A Procuradoria Geral da República denunciou, na manhã desta terça-feira (9), a deputada federal Iracema Portella (Progressistas), ex-mulher do senador Ciro Nogueira, do mesmo partido, por peculato e associação criminosa por esquema de “rachadinha” em parceria com o ex-deputado distrital Cristiano Araújo (PSD-DF).

Ciro Nogueira é a principal liderança do Centrão, grupo de parlamentares fisiologistas do Congresso Nacional que prioriza a troca de cargos por apoio político ao governo de momento e que vem se aliando nos últimos meses ao presidente Jair Bolsonaro.

Pelo esquema agora denunciado pela PGR ao Supremo Tribunal Federal (STF), um ex-assessor do gabinete de Cristiano Araújo, identificado como Rogério Cavalheiro, indicado pela deputada, repassava a ela, mensalmente, parte do salário que recebia da Câmara Legislativa do Distrito Federal.

Deixe um comentário