Pesquisas do PR mostram rejeição a Arruda

Arruda é aconselhado a fazer campanha na periferia. Ele não comenta a informação.  Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

 

 

 

 

Climão no PR. Assim como quem não quer nada, o presidente nacional do partido, Valdemar Costa Neto, convidou por esses dias o ex-governador do DF, José Roberto Arruda, para uma conversa. Sobre a mesa, o resultado de uma pesquisa, para consumo interno, encomendada para avaliar as possibilidades da legenda nas eleições deste ano na capital da República.

O levantamento aponta reais possibilidades de vitória do pré-candidato do PR ao Buriti, Jofran Frejat. A surpresa, no entanto, foi o índice de rejeição ao nome de Arruda – superior a 50%. No bom estilo “cerca Lourenço”, Costa Neto tentou aconselhar o correligionário a se manter distante da campanha de Frejat, especialmente nas áreas mais centrais, atuando apenas na periferia.

A reação do interlocutor foi de indignação, com ameaça de não ajudar na campanha de Frejat. A turma do deixa-disso colocou panos quentes, mas ninguém aposta todas as fichas num desfecho positivo do episódio. Com a palavra, Valdemar da Costa Neto…

Arruda não quis fazer nenhum comentário a respeito da notícia. Mas ressaltou ao Brasília Capital que a referida pesquisa dá a ele a liderança nas intenções de voto, com 8,5%.

Deixe um comentário