Pesquisa revela que a quantidade de analfabetos cresceu

Na contramão das outras cidades do DF, Brazlândia, que conta com mais de 50 mil habitantes, apresentou aumento de 15,2% na taxa de analfabetismo nos últimos dois anos. O número que estava em um pouco mais de 1,5 mil passou para 1,8 mil. Os dados foram divulgados  pela Companhia de Planejamento (Codeplan), que realiza a Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (PDAD). 

Outro destaque da análise, segundo apontou o presidente do órgão, Júlio Miragaya, é o percentual de 37,5% da população com Ensino Fundamental incompleto. “O índice é maior do que as regiões administrativas já pesquisadas, tais como Samambaia e Recanto das Emas”, salientou.
Essa é a terceira vez que o estudo é feito na região. O primeiro foi em 2004, o segundo em 2011. 

Para tentar erradicar a analfabetismo na região, a Secretaria de Educação (SEDF) disse que investe no programa DF Alfabetizado. Hoje, de acordo com o chefe do núcleo do 1º segmento da Educação de Jovens e Adultos, João Felipe de Souza, Brazlândia tem 255 alunos inscritos no projeto. São 15 turmas com estudantes de 15 anos ou mais.

Fonte: Jornal de Brasília

Sites e Blogs

Deixe um comentário