PDT quer Frejat

Jofran Frejat (PR) é sondado pelo PDT para as eleições de outubro

O ex-deputado Jofran Frejat foi oficialmente convidado a ingressar no PDT. A conversa aconteceu com o presidente da Câmara Legislativa, Joe Valle, e com o também distrital Reginaldo Veras. O partido disponibilizou legenda para Frejat concorrer ao cargo que lhe interessar – governador ou senador.

Lisonjeado – Frejat lembrou que tem compromissos com o PR. Mas se disse lisonjeado com a oferta e não descartou a possibilidade de mudar de partido.

Sintonia – Ele garantiu ao Brasília Capital que está “em perfeita sintonia” com o ex-governador José Roberto Arruda, seu correligionário. “O partido acaba de me lançar pré-candidato. Aceitei a incumbência. Agora é nos unirmos para enfrentar o governador Rollemberg”

Sem nome – PDT, PPS, PSD e PRB anunciaram uma aliança para as eleições de outubro. No grupo, o único com perfil de concorrer a governador é o senador Cristovam Buarque (PPS). Mas ele pretende voltar a disputar a presidência da República. Daí o grande interesse do PDT em atrair Frejat.

Ultimato – Antes de decidir se vai ou se fica, Frejat cobra dos partidos aliados ao PR (PSDB, PMDB, DEM, PTB, PP e Podemos) o cumprimento de um acordo feito ano passado. “Ficou acertado que haveria o engajamento na candidatura de quem estivesse melhor na aceitação do eleitorado. E quem está melhor sou eu”.

Corda – Ou seja, se Paulo Octávio (PP), Izalci Lucas (PSDB), Alberto Fraga (DEM), Tadeu Filippelli (PMDB) e Eliana Pedrosa (Podemos) roerem a corda, Frejat será candidato de qualquer forma pela outra coligação.

Corrupção – O ex-deputado acredita que o fato de não ser envolvido em denúncias de corrupção lhe garante melhor posição no seu grupo atual. Arruda tem dito a amigos que “há a hora de falar e agora é hora de calar”. Com o Brasília Capital o ex-governador não quis fazer nenhum comentário.

Fonte:

Deixe um comentário