Park Way ganha memorial da fauna do Cerrado

Como se fossem memoriais em homenagem à fauna do Cerrado, o Park Way ganha novas esculturas de animais silvestres (foto). Sob risco de extinção, a Raposa do Cerrado é uma das homenageadas. A Quadra 28 do bairro já possui esculturas de tamanduás, jacarés, panteras, capivaras, lobos guarás, tuiuiús, dentre outros.

Uma rotatória foi batizada de Balão das Antas, em decorrência da decoração peculiar ali existente. Junto com a raposa, também chegaram dois filhotes de pantera, uma pintada e outra negra, fazendo companhia a esculturas de panteras adultas, já existentes no local. A iniciativa é de Gil Marcelino, que possui um ateliê na Quadra 28.

Deixe um comentário