Para CNBB, Igreja se abre com escolha de latino

Dom Leonardo Ulrich Steiner, secretário-geral da CNBB, em Brasília

Dom Leonardo Ulrich Steiner, secretário-geral da CNBB, em Brasília (Ueslei Marcelino/Reuters)
A escolha do argentino Jorge Mario Bergoglio como o novo papa mostra que a Igreja Católica começa a se abrir e não centralizará todas as suas atividades na Europa, na opinião da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). “A eleição de Francisco revigora a Igreja na sua missão de fazer discípulos entre todas as nações”, disse a entidade em carta de saudação ao novo papa nesta quarta-feira.
“A escolha de um latino-americano vem mostrar que a Igreja se abre, que ela está voltada para todo o mundo, não está voltada só para a Europa”, afirmou a secretário-geral da CNBB, dom Leonardo Ulrich Steiner. “Não podemos ficar com estruturas do passado que já não condizem mais. Certamente Francisco buscará tornar Igreja mais ágil, mais presente e sugerirá alguma reforma na Cúria”, completou.
Para o religioso, Francisco poderá dar à Igreja tanto características de aproximação com os fiéis quanto de manter a intelectualidade da Cúria.
Fonte: Veja Online
Sites e Blogs

Deixe um comentário