Papa envia carta a Temer e recusa-se a vir ao Brasil

Para Francisco em despedida no México. Foto: Presidencia de la República Mexicana

O papa Francisco afirma que sabe “bem que a crise que o País enfrenta não é de simples solução”, referindo-se ao Brasil. E o motivo, no seu entendimento, é que a situação brasileira “tem raízes sócio-político-econômicas e não corresponde à igreja nem ao Papa dar uma receita concreta para resolver logo algo tão complexo”.  A opinião do pontífice foi escrita em carta, que ele mandou para o presidente Michel Temer.

O trecho foi publicado no Blog do Camarotti, do portal G1. De acordo com o jornalista, as críticas ao Brasil estão na correspondência do papa Francisco para Michel Temer, onde diz que não poderá visitar o Brasil nas celebrações dos 300 anos de aparição de Nossa Senhora Aparecida, comemorados agora em 2017. O motivo seria a sua intensa agenda de compromissos. Na recusa, o papa Francisco pediu para que o presidente Michel Temer evite medidas que agravem a situação da população carente no país.

“Mais pobres”

“Porém não posso deixar de pensar em tantas pessoas, sobretudo nos mais pobres, que muitas vezes se veem completamente abandonados e costumam ser aqueles que pagam o preço mais amargo e dilacerante de algumas soluções fáceis e superficiais para crises que vão muito além da esfera meramente financeira”, acrescentou o Papa. Ainda de acordo com Camarotti, Francisco afirmou reza pelo Brasil e  acompanha “com atenção” os acontecimentos na maior nação da América Latina.