Palestinos receberão Obama sem esperança

Os dirigentes palestinos mantêm um silêncio oficial sobre as expectativas de que o processo de paz seja reativado com a visita do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, embora de maneira privada reconheçam que não têm esperanças de que isto ocorra.
Nem na rua nem nos gabinetes oficiais é possível encontrar confiança com a chegada do presidente americano, nem se espera que a visita seja mais do que uma momentânea chamada de atenção para o conflito no Oriente Médio.
Os dirigentes palestinos se limitam a desejar uma clara afirmação de Obama de que os assentamentos israelenses na Palestina são perigosos para a solução de dois Estados, algo que seu governo afirma cada vez que são anunciados novos planos colonizadores.
Fonte: EFE
Sites e Blogs

Deixe um comentário