Pacote anticrime: Moro lança campanha e pede aprovação

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, lançou nesta quinta-feira (3) uma campanha publicitária para divulgar o pacote anticrime, com o slogan “Pacote Anticrime. A lei tem que estar acima da impunidade”.

Na ocasião ele fez um pedido ao Congresso Nacional para que aprove o conjunto de medidas que, segundo ele, são necessárias para reforçar o combate à corrupção e a criminalidade.

O ministro afirmou que a aprovação será a oportunidade para que governo e parlamentares “mandem mensagem clara de que os tempos do Brasil sem lei e Justiça chegaram ao final”.

“Hoje mesmo foi publicado que houve queda de 22% do número de assassinatos na comparação com o mesmo período do ano passado. Isso significa que 7.109 pessoas não morreram assassinadas por crimes violentos, em relação ao ano anterior”, acrescentou Moro ao defender a atual política de segurança do governo.

A cerimônia contou com a presença de Jair Bolsonaro, que disse que o pacote anticrime foi elaborado para ser temido por marginais e não pelo cidadão de bem. O presidente defendeu ainda a proposta de excludente de ilicitude para policiais que matam em serviço.

Bolsonaro deixou explícito em seu discurso a defesa de policiais. Segundo ele, o Ministério Público tende a incriminar os agentes que matam no cumprimento de suas obrigações. “É doloroso ver um policial, chefe de família, preso por causa disso”, disse o presidente.

Deixe um comentário