Oscar, o Mão Santa, é homenageado nos Estados Unidos

Emocionado, Oscar recebeu a camisa 14 da equipe que o escolheu para jogar nos EUA em 1984. Foto: Divulgação/Brooklyn Nets

A NBA, liga de basquete profissional dos Estados Unidos, realizará entre os dias 17 e 19 de fevereiro (sexta-feira a domingo) o All-Star Game, que nesta edição será em Nova Orleans. O evento terá um sabor especial para os brasileiros, por contar com um dos maiores nomes do basquete: Oscar Schmidt, o “Mão Santa”.

Aposentado desde 2003, o ex-atleta participará do Jogo das Celebridades do All-Star, na sexta-feira. Embora tenha sido um dos maiores nomes do basquete mundial, Oscar nunca chegou a atuar pela NBA. O brasileiro foi draftado (escolhido) pelo New Jersey Nets (hoje Brooklyn Nets) em 1984, mas acabou não aceitando o desafio porque teria de abrir mão de defender a Seleção Brasileira. As regras da Federação Internacional de Basquete (Fiba) da época não permitiam que atletas que jogassem na liga norte-americana defendessem seus países em competições internacionais.

No entanto, ontem (13) à noite, o Mão Santa foi homenageado pelo Brooklyn Nets, no Barclays Center, antes da partida contra o Memphis Grizzlies. Oscar recebeu uma camisa da equipe com o número 14, com o qual jogou durante a carreira. A homenagem foi entregue pelo argentino Luis Scola, que atua no Brooklyn. Emocionado, Oscar  recebeu uma salva de palmas da torcida. O time norte-americano fez um vídeo para o brasileiro e escreveu: “Bem-vindo ao lar”.

Oscar fez história no basquete mundial e integra o Hall da Fama desse esporte desde 2013. Ele é o maior pontuador de todos os tempos da modalidade, com 49.737 pontos. Além disso, também é recordista de pontos em Jogos Olímpicos, com 1.093.

Além disso, liderou o Brasil na conquista inédita do Pan-Americano de 1987, quando a Seleção derrotou os Estados Unidos, que jogavam em casa, em Indianápolis, e ajudou o time verde e amarelo a conquistar o ouro. Oscar também levou o bronze no Pan de San Juan, em 1979, além do bronze no Mundial das Filipinas de 1978.

d.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(s);

Fonte:

Deixe um comentário