Orquestra celebra diversidade cultural dos povos

Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro numa apresentação ao ar livre. Foto Dênio Simões/Agência Brasília

A diversidade cultural dos povos será celebrada pela Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro em maio. O programa do mês contempla artistas alemães, russos, franceses e italianos, por exemplo, em apresentações no Cine Brasília e no Parque Ezechias Heringer, no Guará. No feriado de 1º de maio, no Cine Brasília, a orquestra toca Abertura da ópera João e Maria, de Engelberg Humperdinck; Concerto de Aranjuez, de Joaquín Rodrigo; e Concerto para violão e orquestra, com solo de violão do croata Petar Culic. A noite se encerra com a Sinfonia nº 2, de Rachmaninoff. A regência é do maestro Cláudio Cohen.

A terceira edição do Concertos no Parque, iniciativa que aproxima a orquestra do grande público, ocorre no sábado (5). Nesse dia, o Parque Ezechias Heringer, no Guará, será palco do Concerto para violão e orquestra, também com o solista Petar Culic, e de trilhas sonoras de filmes e obras icônicas da música clássica. Em 7 e 8 de maio, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, a sinfônica faz a Sinfonia nº 9, de Beethoven, em parceria com o Coral Sinfônico de Goiânia, o Coral Adventista de Brasília e o Coral Ad Infinitum.

A apresentação no Auditório Master do centro contará ainda com a participação de dois brasilienses que vivem em São Paulo: a soprano Luisa Francesconi e o tenor Paulo Mandarino. A japonesa radicada em Florianópolis Masami Ganev e o barítono paulista Johnny França completam o elenco. Em ambas as noites, os espetáculos serão conduzidos pelo regente Cláudio Cohen.

Programação de maio da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro

O Velho Continente é festejado em 15 de maio, com o Concerto Europeu 2018. Sob a regência do maestro russo Piotr Sulkowski, o programa prevê Dança Eslava Opus 46, nº 1, de Antonin Dvořák, e Concerto para violino e Orquestra em sol menor, de Max Brunch, com solo do violinista italiano Domenico Nordio. O público também desfrutará de árias de ópera com a solista portuguesa Cátia Moreso.

As duas últimas apresentações do mês contemplam as obras do russo Tchaikovsky, que completa 125 anos de morte em 2018. Em 22 de maio, os espectadores poderão conhecer Capricho Italiano Opus 45 e a Sinfonia nº 3, Opus 29. Já em 29 de maio, a orquestra executa Francesca da Rimini, sob a batuta de Cláudio Cohen.

A entrada é gratuita em todos os dias.

Deixe um comentário