Operação combate publicidade irregular

A Secretaria da Ordem Pública e Social (Seops) e a Agência de Fiscalização (Agefis) realizaram, na quarta-feira (15), uma operação de combate à poluição visual na região do Plano Piloto e no Noroeste. Ao todo, 186 faixas de publicidade irregular foram recolhidas. Dez delas foram recolhidas pela Agefis para análise e os responsáveis poderão ser multados caso sejam identificados.

Entre os anúncios que poderão ser multados havia faixas de corretores de imóveis, de serviços fotográficos e um que anunciava umbuffet de churrasco. Os valores poderão variar entre R$ 405,75 e R$ 1.217,94. Os responsáveis serão notificados por carta e  a multa incidirá sob o CPF deles.

A maior parte das faixas foi recolhida ainda pela manhã. Foram 97 no setor Noroeste e uma na Epia Norte. À tarde, a equipe passou pelas quadras 100 e 300 da Asa Norte, onde apreendeu 22; pelas 200 e 400, com seis apreensões; e pela L2 Norte, onde 10 faixas forma recolhidas. Nas tesourinhas foram mais 22. No setor Rodoviário Norte, 28.

Após a análise e identificação dos responsáveis, as faixas serão levadas a uma cooperativa de reciclagem da Estrutural. O material resultante da destruição delas será reaproveitado como enchimento para estofados e na fabricação de móveis sustentáveis.

No Distrito Federal, existe um colegiado criado especialmente para combater a afixação de publicidade sem autorização: o Comitê de Combate à Poluição Visual, coordenado pela Seops. O principal objetivo é intensificar as fiscalizações por meio de ações integradas e planejadas. As operações ocorrem pelo menos três vezes por semana.

Deixe um comentário