OCDE vê melhora na economia brasileira

Os países emergentes devem experimentar uma expansão mais forte no início de 2014, entre eles o Brasil, que subiu de 98,5 pontos em outubro de 2013 para 98,6 pontos em novembro, segundo o Índice de Indicadores Antecedentes (Composite leading indicators- CLIs) da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), divulgado nesta segunda-feira (13). A marca de 100 pontos indica que o crescimento está em linha com a tendência registrada nos últimos anos.

Nas economias emergentes, o CLIs aponta para um momento de mudança positiva também na China e Rússia. A única exceção é a Índia, que está abaixo desta tendência, mantendo 97,5 pontos em novembro, nível igual ao de outubro.

Crescimento mundial

De acordo com a pesquisa, o crescimento mundial deve se acelerar nos próximos meses, especialmente em países como Estados Unidos e Japão, além da zona do euro, que está puxando a curva para cima. O relatório mensal da organização afirma que o crescimento econômico de seus 33 membros atingiu o maior nível desde março de 2011, ao registrar 100,9 pontos em novembro, ante 100,7 pontos em outubro.

Composite leading indicators (CLIs), da OCDE, é desenvolvido de forma a antecipar momentos de mudança (turning points) na atividade econômica. Segundo a organização, “o indicador continua a mostrar sinais de melhora no cenário econômico da maioria das economias avançadas”.

Além do crescimento firme no Japão, Estados Unidos, e Reino Unido, o CLIs mostra que a economia do Canadá está vivendo um momento de mudança positiva. Na Alemanha, o sinal é de crescimento econômico firme.

Fonte:

Deixe um comentário