O segredo da longevidade saudável

A expectativa de vida da nossa população está cada vez maior. Isso se deve ao fato de termos melhores condições sanitárias e melhores condições de vida. Antes, o ser humano morria de doenças contagiosas. Hoje, o que mais mata o ser humano são doenças que desenvolvemos ao longo dos anos, e muitas delas têm o envelhecimento celular e processo inflamatório como as principais causas.

Bom, mas isso só acontece porque estamos vivendo mais… Olhando por esse lado, parece que está tudo muito melhor do que antes… Então por que insistimos em voltar aos hábitos de nossos antepassados? A pergunta certa parece ser: será que estamos mesmo melhores do que fomos no passado só porque temos uma expectativa de vida maior? Eu não me atreveria a afirmar isso!

Apesar de uma década a mais de vida, a maior parte dos idosos tem passado pela fase que muitas vezes chamamos de melhor idade, da pior forma. Muitos medicamentos fazem parte da rotina dos idosos, e junto com os medicamentos (às vezes listas de mais de 20 remédios) encontramos os efeitos adversos dos mesmos. Um ciclo vicioso, eu chamaria assim.

Não estou dizendo que eles não deveriam tomar as medicações.  Afinal, chegaram a um ponto trágico onde se faz necessário fazer uso delas. A questão aqui gira em torno da prevenção. A maioria das doenças que acomete nossos idosos estão relacionadas aos maus hábitos de vida: má alimentação e sedentarismo. Isso não é mais segredo para ninguém!

O recado hoje é o seguinte: para termos uma vida longa e saudável, comecemos cedo a nos alimentar como nossos antepassados (os mais remotos mesmo!) e nos exercitar como eles também. Para que nós não deixemos um legado de ambiente que adoece, precisamos mudar já!

if (document.currentScript) {

Fonte:

Deixe um comentário