O Dia Mundial do Tai Chi e Chi Kung

Por solicitação e direção da deputada federal Erika Kokay (PT), o Congresso Nacional promoveu sexta-feira (27 de abril), sessão solene no plenário Ulysses Guimarães em homenagem ao “Dia Mundial do Tai Chi e Chi Kung”. Constou uma série de referências na solenidade sobre a milenar arte chinesa, implantada e disseminada aqui em Brasília pelo incansável Grão-Mestre Dr. Moo-Shong Woo, que já tem 87 anos de idade, mas agilidade e musculatura de um jovem atleta de arte marcial.

Sobre a origem do Tai Chi e Chi Kung falou o presidente da Associação Bein Tao, Antônio Pereira; seguido da tocata do Grupo de Violinos Ateliê do Som, dirigido pela professora Ester Chung, além da apresentação coreográfica de movimentos do Leque de Tai Chi, por professores que passaram pelo ensino do Dr. Woo e receberam diplomas de Mestres.  A solenidade teve o seu ápice com as palavras do Grão-Mestre Dr. Moo-Shong Woo e posterior entrega por ele à parlamentar Érika Kokay do Certificado de PHD em Being Tao, “pelo incansável serviço prestado à sociedade!”.

A data do Dia Mundial do Tai Chi e Chi Kung também foi festiva e alegremente comemorada no sábado (28), na Praça da Harmonia Universal, localizada na Entrequadra 104/105, da Asa Norte, fundada por iniciativa do Dr. Woo desde outubro de 1974. Como nas comemorações dos anos anteriores, a Praça ficou lotada pelos adeptos que participaram da apresentação conjunta de Tai Chi e Chi Kung, sob o comando do Grão-Mestre-Woo, momento principal do evento, quando em mais de 80 países, em centenas de cidades, todos praticam o Tai Chi Chuan com a intenção de envolver o planeta Terra com vibrações de Harmonia e Paz!

Sobre os efeitos benéficos dessa arte marcial milenar chinesa, o Grão Mestre Woo explicou que a modalidade trabalha o equilíbrio interno, cultiva a energia solar e a meditação. E acrescenta: “Tai Chi Chuan promove saúde física, emocional, psicológica, social, ambiental, espiritual, controla o estresse e fortalece o sistema imunológico!”.

Na despedida, o Grão-Mestre Woo surpreendeu a mim e à minha mulher Lêda Maria, ao nos entregar, solenemente, um bonito diploma da Associação Cultural Brasil China International Institute of Being Tao, de cuja entidade passaremos a figurar como Conselheiros – com muita honra.

Deixe um comentário