Novo premier da Itália apresenta os ministros do seu gabinete

Encarregado de formar o governo após a renúncia do premier Matteo Renzi, o novo primeiro-ministro italiano, Paolo Gentiloni, apresentou nesta segunda-feira (12), ao presidente Sergio Mattarella, a lista de ministros que farão parte de seu gabinete.

Gentiloni garantiu que continuará as “inovações” promovidas por Renzi e trabalhará para aprovar uma nova lei eleitoral. “Mas não ignoro as dificuldades políticas que derivam do resultado do referendo (de 4 de dezembro) e da sucessiva crise política. São dificuldades que devemos enfrentar”, acrescentou.

O novo governo, o 64º em 70 anos de República, prestou juramento no início da noite (17h em Brasília) desta segunda-feira (12) e se submeterá ao voto de confiança da Câmara dos Deputados e do Senado na terça (13) e na quarta (14).

Paolo Gentiloni, de 62 anos, foi designado por Mattarella para formar um novo governo após a renúncia de Renzi, derrotado no referendo. Membro de família nobre e ex-comunista, ele tem uma longa trajetória de militância na esquerda e já foi ministro das Comunicações (2006-2008) e das Relações Exteriores (2014-2016). Seu primeiro compromisso internacional como premier será a reunião do Conselho Europeu, na próxima quinta-feira (15).