“Nova política”

Dezesseis meses após assumir a Presidência prometendo uma “nova política” sem o toma-lá-dá-cá, Bolsonaro está no colo dos velhos caciques políticos.

Dá-cá – Em busca do “dá-cá” para formar uma base parlamentar, negocia com os mensaleiros Roberto Jefferson (foto), Valdemar Costa Neto, Ciro Nogueira e Paulinho da Força, e corre atrás, entre outros, dos presidentes do MDB, Baleia Rossi, e do DEM, ACM Neto.

Toma-lá – O presidente oferece ao grupo estruturas com orçamentos bilionários e muuuuuitos cargos!: Funasa, Banco do Nordeste, Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação e uma fila de empregos comissionados no segundo e terceiro escalões.

Hienas – Após a demissão de Moro (leia página 4) será a hora de as hienas tomarem conta da carniça? Pelo jeito, aqueles a quem o Presidente tem chamado de bandidos se tornarão sua última tábua de salvação.

Deixe um comentário