NOTA À POPULAÇÃO

Em assembleia no dia 25/04, os trabalhadores da CAESB aprovaram a proposta de Acordo Coletivo de Trabalho discutida e aprovada pela diretoria da empresa e com aval do governo. Entretanto, após a aprovação, a empresa se recusa a assinar a pauta aprovada, visto que um diretor da CAESB não concordou e ainda tenta tumultuar o processo de assinatura, mesmo sendo único voto vencido! Ressaltamos que a proposta aprovada já sacrifica em muito os trabalhadores, visto que estão há mais de 4 anos com plano de carreira congelado e sem ganho real.

Tal proposta ainda faz o congelamento de reajuste pelos próximos dois anos em entendimento dos empregados frente a situação financeira da empresa e sua má gestão nos últimos anos. Resumidamente, os trabalhadores estão sem a reposição inflacionária dos últimos dois anos e ficarão sem reposição nos próximos dois anos.

No entanto, o governo ainda insiste em aumentar o número de comissionados e nomear diretores em desacordo com a Lei das Estatais nº 13.303/2016. Logo, o patrimônio do povo não pode estar a serviço de interesses de grupos políticos.

Os trabalhadores reafirmam o seu compromisso com a qualidade do serviço prestado à população e têm respeito aos cidadãos do Distrito Federal, mas não podem permitir que atos políticos vão de encontro a interesses maiores, tais como a CAESB Pública e as condições de trabalho de quem faz a empresa funcionar e trabalha pela sociedade!

Deixe um comentário