Nike evita condenar Pistorius – mas suspende seu contrato

O velocista sul-africano Oscar Pistorius é julgado durante audiência em tribunal de Pretória, nesta quinta-feira (21)
O velocista sul-africano Oscar Pistorius é julgado durante audiência em tribunal de Pretória, nesta quinta-feira (21) – Tj Lemon/EFE
Além do acordo com a Nike, Oscar Pistorius tinha contratos com Oakley, British Telecom, Thierry Mugler e uma fabricante de próteses. Calcula-se que recebesse em torno de 4,7 milhões de dólares por ano













A maior marca de material esportivo do planeta abriu mão de mais um contrato de patrocínio em decorrência de problemas envolvendo seus garotos-propaganda. Depois de Lance Armstrong, que confessou que se dopava, Oscar Pistorius, o atleta paralímpico mais famoso da história, também teve seu acordo com a Nike interrompido. 
De acordo com anúncio feito nesta quinta-feira pela companhia americana, o envolvimento de Pistorius na morte da namorada, Reeva Steenkamp, fez com que seu contrato fosse suspenso.
 A empresa deixou claro, porém, que aguarda o esclarecimento da tragédia, evitando qualquer crítica ao atleta – que garante que a morte da modelo foi acidental. “Acreditamos que Oscar Pistorius deve ter um julgamento imparcial e continuaremos acompanhando a situação muito de perto”, disse a Nike em comunicado
Fonte: Veja Online
Sites e Blogs

Deixe um comentário