Museu da República ganha prêmio internacional

O Museu Nacional da República ganhou, este mês, o prêmio internacional CLAP – referência mundial em prêmios de desenho, branding e comunicação -, referente ao catálogo da exposiçãoRevendo Reverón – O Relâmpago Capturado, do artista venezuelano Armando Reverón.
A exposição foi campeã, em Barcelona, na categoria editorial e recebeu o reconhecimento mundial de melhor trabalho de ilustração gráfica aplicada a um projeto editorial.
A participação no concurso internacional foi realizada pelos artistas gráficos Celia Matsunaga e Daniel Mira: “O projeto foi encaminhado por ser um evento de grande importância na área de design internacional. Estamos felizes por essa conquista ao Brasil”, afirmou Daniel.
O diretor do Museu Nacional da República, Wagner Barja, foi o curador da exposição, diretor de arte e organizador editorial.
“A exposição brasiliense teve o privilégio de contar com dois profissionais da capital federal. Os artistas plásticos da cidade nos orgulham por levar esse prêmio de grande expressão internacional e de peso na cena do desenho gráfico mundial”, comentou Barja.
A mostra Revendo Reverón – O Relâmpago Capturado ocorreu no Museu Nacional da República, de 6 de dezembro de 2012 a 10 de fevereiro de 2013. Ao todo, foram 174 obras, entre pinturas, desenhos, objetos e fotografias.
Segundo Barja, a pintura de Reverón capturou relâmpagos e tempestades na intensidade da luz solar do Caribe, por esse motivo o nome da exposição.
BIOGRAFIA – Nascido em Caracas, em 1889, Reverón é considerado um dos artistas mais importantes na busca da reafirmação de uma arte latino-americana modernista e contemporânea.
As paisagens e o homem venezuelano que aparecem em suas obras revelam um pintor apaixonado pelas tradições e costumes do seu país.

Fonte:

Deixe um comentário