Mulheres sofrem desigualdades no DF

O machismo está expresso no mercado de trabalho do Distrito Federal. É o que aponta estudo da Companhia de Desenvolvimento (Codeplan), que apresentou na manhã desta quinta-feira (7/3) indicadores da empregabilidade e do rendimento das mulheres no DF entre 2001 até 2011. “Considerada a etnia, mulheres negras enfrentam ainda mais desigualdades”, declarou o presidente da instituição, Júlio Miragaya. O estudo foi realizado pela Diretoria de Estudos e Políticas Sociais da Codeplan.


Os dados revelam lentidão na redução das desigualdades entre homens e mulheres no DF, o que, segundo o geógrafo Aldo Paviani, da Universidade de Brasília (UnB), se explica pelo tempo necessário para se combater o fenômeno, que ocorre ao redor do mundo em igual medida. “Todo trabalho com esse objetivo é longo, por isso talvez sejam necessários 200 anos para nossa sociedade ser mais igualitária no que diz respeito a homens e mulheres”, opinou.


Fonte: Correio Braziliense

Extratos dos Jornais

Deixe um comentário