MP investiga contrato assinado por Carlos Jales com a construtora EBO

capa

As obras de revitalização das calçadas, estacionamentos, ciclovias e a implantação de baias de ônibus da Avenida Comercial Sul de Taguatinga têm causado muitos transtornos à população e aos comerciantes do setor, conforme mostrou reportagem do Brasília Capital na edição 137. Mas as obras também podem trazer dores de cabeça para seus executores e contratante – a empreiteira EBO e a Administração Regional, respectivamente.

O Ministério Público quer fazer uma comparação entre o valor do contrato e a Planilha de Custos da Novacap, tendo em vista que o contrato foi assinado na gestão de Carlos Jales, afastado do cargo e preso no dia 12 de novembro durante a Operação Átrio, conduzida pelo próprio MP e pela Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DECO), da Polícia Civil.

Deixe um comentário