Mostra de fotografia retrata Águas Claras

Águas Claras tem a história contada na mostra. Foto: Reprodução

 

Uma mostra de fotografias também comemora os 15 anos de Águas Claras como região administrativa. Começou nesta terça-feira (8), e irá até 8 de junho, no Espaço Cultural do DF Plaza Shopping, a 4ª Exposição Fotográfica Grandes Águas Claras. As imagens retratam a jovialidade, beleza e pluralidade. O dia do aniversário ocorreu dia 6 (domingo). A proposta do evento é levar seus visitantes a uma verdadeira simbiose com temas que envolvem arquitetura, urbanismo/meio ambiente e comportamento. De acordo com os organizadores da mostra, isso está presente na retratação de prédios residenciais e comerciais de Brasília.

São mais de 80 fotografias, desde o início de Águas Claras, no início da década de 1990, com as desapropriações de 53 chácaras da extinta Zoobotânica para a construção do metrô, até os tempos atuais. Algumas imagens de arquivo, feitas há 28 anos, trazem lembranças da saga que foi construí-la. Há várias fotos captadas por lentes de fotógrafos amadores e profissionais, moradores e profissionais, residentes ou não de Águas Claras, retratando os mais diversos ângulos da cidade. É possível identificar, através de várias imagens, o crescimento gradual dos bairros Arniqueira, Areal e da Área de Desenvolvimento Econômico (ADE). Todos pertencentes à 20ª Região Administrativa do Distrito Federal.

Águas Claras tem mais de 160 mil habitantes, espalhados pelas centenas de prédios e casas em seus mais de 800 hectares. Para enriquecer ainda mais a mostra, foi montado o “museu laboratório” da fotografia. A ideia é mostrar como vários profissionais conseguiram imortalizar belíssimas imagens, mesmo antes da chegada da era digital. Valorizando o talento de alguns profissionais neste mundo da fotografia, foram montadas duas alas com belíssimas fotos do empresário Gilberto Rossi e do artista plástico e escritor Joaci Crispin. Os curadores da mostra são Oswaldo Reis e Wanderlei Pozzembom. A organização é de Bertolucci JC.

 

Deixe um comentário