Morro da Capelinha ganha realismo

Com a temperatura em torno de 30 graus, o calor deu o tom do último ensaio para a 40ª edição da Via-Sacra do Morro da Capelinha, em Planaltina. Mesmo assim, aproximadamente 300 pessoas assistiram à prévia, ansiosas para saber as novidade deste ano. E realmente alguns detalhes devem mudar na encenação da morte e ressurreição de Cristo. 
Segundo o diretor da peça, Luiz Augusto Rabelo, o público vai encontrar um cenário ainda mais real. “Vamos mexer na cidade para que a composição das cenas tenha mais vida. Vamos ter lavadeiras, ferreiros e outros elementos da época espalhados nas cenas”, contou. Sobre o ápice da via-crúcis, o ressurgimento de Jesus após a morte, ele fez suspense: “É segredo guardado para quem vier ao espetáculo.” 
Público
A expectativa é de que 200 mil pessoas compareçam no espetáculo da Sexta-feira Santa, no próximo dia 29. Das 1,4 mil pessoas envolvidas na organização da maior via-crúcis do DF, 1,1 mil farão parte da encenação, entre atores e figurantes. O investimento total no espetáculo é de R$ 1,2 milhão. O valor, apontou o coordenador do evento, José Costa, é garantido por emendas parlamentares. 

Fonte: Jornal de Brasília

Extratos dos Jornais

Deixe um comentário