Morre no Rio o ‘Barão’ Fittipaldi

Wilson Fittipaldi, o Barão, nos anos 1970, década em que tanto Emerson como Wilsinho correram na Fórmula 1
Wilson Fittipaldi, o Barão, nos anos 1970, década em que tanto Emerson como Wilsinho correram na Fórmula 1 – Lemyr Martins
“O Brasil e o automobilismo perderam essa pessoa que tanto amou esse esporte fantástico. Graças a ele eu entrei nesse esporte que eu amo muito”, disse Emerson
O ex-radialista e ex-piloto Wilson Fittipaldi, uma das figuras mais importantes da história do automobilismo brasileiro, morreu na madrugada desta segunda-feira, aos 92 anos, no Rio de Janeiro. O pai dos ex-pilotos Emerson Fittipaldi e Wilsinho Fittipald estava internado desde o dia 25 de fevereiro no Hospital Copa D’Or, na Zona Sul do Rio de Janeiro. 
A causa da morte não foi divulgada. Conhecido como “Barão”, Wilson Fittipaldi teve papel fundamental para que o Brasil se transformasse numa grande potência no automobilismo internacional. 
Apaixonado pela modalidade e especialista no assunto, foi um dos pioneiros na locução de corridas no Brasil e narrou o primeiro dos dois títulos mundiais do filho Emerson na Fórmula 1, em 1972. Era referência no assunto, não só por ser pai de dois pilotos que passaram pela Fórmula 1 (e avô de outro, Christian, filho de Wilsinho) mas também pela profunda influência que teve sobre o esporte no país.
Fonte: Veja Online
Extratos dos Jornais

Deixe um comentário