Moradores convivem com lixão a céu aberto na QNM

Conviver com um lixão a céu aberto é uma das dificuldades enfrentadas por inúmeras famílias da QNN 12, em Ceilândia. Todos os dias, moradores de residenciais recém-inaugurados são obrigados a presenciar o desrespeito da população ao meio ambiente, com o descarte de lixo em um terreno baldio localizado na quadra.
Se não bastasse a montanha de lixo que se forma logo abaixo das janelas dos apartamentos, flagrar usuários de droga e traficantes é corriqueiro, mesmo à luz do dia.
Segundo a população, o problema do lixo já se arrasta há anos e nenhuma providência foi tomada pela Administração Regional, mesmo com sucessivas mobilizações da comunidade para que a área tenha uma destinação correta e que proíbam o descarte de entulho, lixo orgânico e outros materiais.
Diante das medidas tomadas pela administração, que apenas autoriza a limpeza da área esporadicamente, moradores de rua e usuários de crack se apossaram da área, que fica localizada nas adjacências do Estádio Abadião, e ali montaram barracos improvisados.
Fonte: Jornal de Brasília
Extratos dos Jornais

Deixe um comentário