Ministro recebe representante da OEA para discutir migração venezuelana

O ministro interino do Trabalho, Helton Yomura, recebeu na manhã desta quarta-feira (21) o secretário de Acesso a Direitos e Equidade da Organização dos Estados Americanos (OEA), Maurício Hands, para tratar da migração dos venezuelanos que cruzam a fronteira do Brasil para fugir das crises política e econômica do país vizinho.

Na reunião, o secretário da OEA solicitou a Yomura que o ministério possibilite a inclusão dos venezuelanos em programas de qualificação e inserção executados pelo órgão. “Estamos com equipes dos setores de Inspeção, Emprego e Imigração do ministério acompanhando a situação local e temos buscado soluções possíveis”, disse o ministro.

De acordo com Yomura, o governo brasileiro tem a intenção de interiorizar os venezuelanos em outros estados, dando a eles condições de sobrevivência e qualificação, citando como exemplo os programas de inserção como o Sine Fácil, a Escola do Trabalhador e o Qualifica Brasil. O objetivo é que o Brasil possa ser visto como uma referência nessa política de acolhimento.

O secretário da OEA elogiou as iniciativas brasileiras no acolhimento dos venezuelanos e disse que levaria ao conhecimento de representantes do Conselho da Organização Internacional as políticas em discussão no Brasil, ressaltando que vai sugerir às empresas multinacionais que atuam no país a abertura de vagas de trabalho destinadas aos imigrantes venezuelanos.

Crise na Venezuela

Cerca de 50 mil venezuelanos chegaram ao Brasil pela fronteira com o estado de Roraima para morar e trabalhar no país. Desde então, o governo brasileiro tem buscado alternativas para o acolhimento dessas pessoas.

*Com informações do Ministério do Trabalho

Fonte: , , ,

Deixe um comentário