Ministro encerra Seminário de Torcidas Organizadas

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, participou no sábado (7), em São Paulo (SP), do Seminário Sul-Sudeste de Torcidas Organizadas, onde estiveram reunidos cerca de 40 representantes dessas associações dos estados do Sul e Sudeste.

No encerramento, o ministro condenou a violência nos estádios, mas defendeu a existência das torcidas organizadas. Para Aldo Rebelo, a punição individual dos torcedores violentos e a aplicação efetiva do Estatuto do Torcedor são os meios mais eficazes de promoção da paz nos estádios. “A ideia com esse seminário é criar um vínculo, fortalecer as torcidas e as fazer entender que, mais do que direitos, elas têm deveres. A condição de torcedor é o que faz a diferença no futebol e faz dele algo muito maior do que o esporte em si. Queremos fazer dessa iniciativa uma valorização das torcidas, mas a violência precisa acabar”, avaliou o ministro.

Paz nos estádios

Os torcedores que estiveram presentes assinaram um “Manifesto pela Paz”, em que eles se comprometeram com o ministro e o Secretário de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor, Toninho Nascimento, a atuar no combate à violência nos estádios, respeitar o Estatuto de Defesa dos Direitos do Torcedor, divulgar as ações do manifesto às torcidas e a manter um cadastro atualizado de seus associados.

O secretário Toninho Nascimento sugeriu que as torcidas se unam e criem uma comissão que possa ser interlocutora com outros agentes envolvidos na realização de uma partida de futebol. “Está na hora de essas torcidas se organizarem, de fato, e criar uma comissão que seja representativa, para que possam dialogar com mais facilidade com todos os envolvidos nessa questão. É preciso que elas, que são as protagonistas na festa do futebol, se fortaleçam”, apontou Toninho Nascimento.

Também participaram do seminário representantes das secretarias de Segurança Pública, Ministério Público de São Paulo, universidades, entre outros.

Fonte:

Fonte:

Deixe um comentário