Minha Casa, Minha Vida é suspenso no Goiás

O Ministério das Cidades suspendeu novas contratações de financiamentos imobiliários dentro do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida, menina dos olhos da presidente Dilma Rousseff, nos municípios goianos de Águas Lindas, Novo Gama, Valparaíso, Cidade Ocidental e Luziânia. Dessa forma, as prefeituras, o governo de Goiás e empreiteiras ficam impedidas de negociar com o Banco do Brasil e com a Caixa Econômica Federal empréstimos para construir novos empreendimentos nessas cidades. A assessoria de imprensa da pasta informou que os contratos em vigência serão mantidos.


Até 28 de fevereiro deste ano, foram aprovadas operações do Minha Casa, Minha Vida no valor de R$ 4,134 bilhões em todo o país. A interrupção foi decidida porque técnicos do ministério constataram a existência de problemas no fornecimento de água nas habitações entregues e nas construções em andamento nas cinco cidades de Goiás. A deliberação do Executivo não será estendida a outros locais, assegurou a assessoria, mas preocupa a população da região, que espera a conclusão das casas ou o lançamento de novas fases do programa para realizarem o sonho da casa própria, lema do programa do governo.


Fonte: Correio Braziliense

Extratos dos Jornais

Deixe um comentário