MinC realiza oficina para bolsistas

Uma equipe de mais de 30 bolsistas do projeto Rede Saúde e Cultura e gestores públicos do Ministério da Cultura (MinC) estiveram reunidos na sede da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz) em Brasília (DF), esta semana, participando da primeira oficina de formação de bolsistas para atuação nos projetos da Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural do Ministério da Cultura (SCDC/MinC) e nas Representações Regionais do MinC.

A oficina teve o propósito de refletir sobre os conceitos e marcos políticos que fundamentam a relação entre a Cultura e a Saúde e apresentar as coordenações que compõem a SCDC/MinC e o plano de trabalho da Rede Saúde e Cultura para 2014, aos novos colaboradores do ministério.

O projeto da Rede Saúde e Cultura é uma parceria entre a SCDC/MinC e aFiocruz e visa a implementação de ações estratégicas e tecnologias sociais para integrar e fortalecer as ações e projetos de saúde e cultura com as redes sociais do Programa Cultura Viva, além de favorecer o compartilhamento de conteúdo e a comunicação entre os atores envolvidos neste projeto.

A secretária da Cidadania e da Diversidade Cultural, Márcia Rollemberg, e a coordenadora de Programas e Projetos da Fiocruz de Brasília (DF), Luciana Sepúlveda, abriram as atividades da oficina com saudações aos presentes e apresentações sobre as diretrizes políticas do projeto Rede Saúde e Cultura.

Márcia Rollemberg destacou a importância do trabalho a ser realizado pelos bolsistas junto ao Programa Cultura Viva, principalmente em ações de promoção da saúde, da qualidade de vida e dos direitos humanos junto aos segmentos da diversidade, tais como: grupos LGBT, idosos, infância e juventude, pessoas com deficiência, pessoas com transtorno psíquico, povos indígenas e povos e comunidades tradicionais.

Os gestores da SCDC/MinC Daniel Castro, Pedro Domingues, Débora Lobo, Marcello Nóbrega e o bolsista da Fiocruz, Cláudio Prata, passaram informes aos presentes sobre as ações desenvolvidas em cada uma das diretorias que coordenam os trabalhos da SCDC/MinC nas áreas da Cidadania Cultural e da Diversidade.

A representante da Fiocruz, a médica Carmem, fez um relato sobre o funcionamento do Sistema Único de Saúde (SUS) e o Sistema Nacional de Cultura e comentou as possibilidades de interações. Disse que a Cultura pode dar uma grande contribuição à área da saúde porque é uma atividade que gera alegria, um remédio essencial para a prevenção de muitas enfermidades.

Bolsistas

A pedagoga Josiane Santana Ribeiro é uma bolsista da Rede Saúde e Cultura lotada na SCDC, em Brasília. Desenvolve um projeto na área de Cultura Digital para ser articulado com todo o Sistema MinC. E também atua na área da Diversidade, fazendo um mapeamento das possibilidades de interações de ações da saúde e da cultura digital nos projetos desenvolvidos pelo Programa Cultura Viva.

Os jornalistas Henry Soares – da Representação Regional Sul do MinC – , Renata Santos e Mônica Profeta – ambas da Representação Regional do MinC em Minas Gerais – são bolsistas da Fiocruz e atuam na área de comunicação do projeto.

A advogada Telma Junior e os bolsistas Telma Saraiva e Jomar Oliveira trabalham dentro da Rede Saúde e Cultura na Representação Regional Norte do MinC. Eles fazem o monitoramento e o levantamento de todos os Pontos e Pontões de Cultura e das ações da SCDC na Rede de Pontos conveniada ao Programa Cultura Viva. Junto a eles na foto o chefe substituto da RRNO/MinC, Alberdon Batista.

Fonte:

Deixe um comentário