Metrô descarrila em Águas Claras

Apenas o piloto estava na composição e não se feriu. Foto: Reprodução

 

Um trem do metrô do Distrito Federal descarrilou na manhã desta quarta-feira (28). O incidente ocorreu por volta das 9h10, entre as estações Arniqueiras e Águas Claras. Apenas o piloto estava na composição. Ele não se feriu.

A circulação de trens foi interrompida entre as duas estações. De acordo com a assessoria do Metrô, as composições só estão circulando entre as estações Guará e Central (Plano Piloto) e entre Concessionárias (Águas Claras) e Ceilândia.

A partir de meio-dia, será disponibilizada uma linha de ônibus para levar as pessoas da estação Arniqueiras a Águas Claras e o inverso. Por enquanto, os usuários precisam descer do metrô e pagar pela condução.

Ainda não se sabe o motivo do incidente. Uma perícia será feita para identificar o que causou o problema. Não há prazo para trazer os resultados. De acordo com a direção do Metrô, aquele trem estava sendo recolhido para o pátio, como costuma ocorrer quando acaba o horário de pico.

O problema fez com que as estações ficassem lotadas. O passageiro Gustavo Leal tentava embarcar em Arniqueiras, mas diz que precisou sair de ônibus por causa das filas. “Eu estava no trem sentido Ceilândia quando o trem descarrilou. A gente achava que alguém tinha sido jogado porque tinha uma correria muito grande na estação.”

Cerca de 40 minutos após o incidente, funcionários colaram avisos sobre a interdição das estações Águas Claras e Arniqueiras, que foram fechadas. A partir desse momento, os passageiros em Arniqueiras combinaram carona para o Plano Piloto.

 

Fonte: G1

Deixe um comentário