Método BLW para introdução alimentar

Para as mamães que estão com bebês com menos de seis meses e se preparando para o momento da introdução de alimentos sólidos, este assunto será muito interessante. De acordo com a literatura da área e pela recomendação do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde, o aleitamento materno exclusivo deve acontecer até os seis meses de vida. Após esse período, normalmente os bebês já estão preparados para receber alimentos que exigem mastigação. As habilidades conquistadas nessa fase, como se sentar sem apoio, levar objetos à boca com as mãos e demonstrar interesse no que os adultos comem, são formas de verificar se a criança já está pronta para esse momento.

Em geral, a introdução da alimentação complementar começa com alimentos na forma pastosa (papas ou purês) e, gradativamente, aumenta-se a consistência até chegar à alimentação da família. Um “novo” método tem sido muito estimulado, estudado e discutido. O BLW, do inglês, Baby-led weaning. É um método pelo qual a criança escolhe os alimentos que vai levar à boca de acordo com seu interesse. Nesse método, os pais deixam as crianças participarem do momento da refeição junto com a família, e lhe oferecem os alimentos bem cozidos e cortados em pedaços de tamanho que a criança consiga segurar e levar a boca.

Há muitos anos esse método tem sido praticado. Talvez por instinto, muitas famílias já façam isso. Mas a questão é que agora esse método tem nome, e tem sido estudado como uma boa forma de introdução alimentar. O método BLW teve o nome criado pela britânica Gill Rapley, autora do livro Baby-led Weaning: Helping Your Baby to Love Good Food (Desmame Guiado pelo Bebê: Ajudando seu Filho a Amar Boa Comida).

Independentemente da forma de introdução alimentar, o mais importante é fazer o processo sempre com o acompanhamento de um adulto. Além disso, é preciso paciência para entender que tudo ali é novo para o bebê. Oferecer alimentos naturais e saudáveis garante a saúde da criança!

Para maiores esclarecimentos, um nutricionista com experiência no assunto poderá ajudar.

}

Fonte:

Deixe um comentário