Mesa do Senado aprova redução de R$ 83 mi em gastos

A Mesa Diretora do Senado aprovou nesta quinta-feira à tarde um projeto de reforma administrativa que prevê uma economia anual de R$ 83 milhões. A decisão foi tomada no último dia de gestão de José Sarney (PMDB-AP) à frente da Casa. A proposta, que teve o senador Ciro Nogueira (PP-PI) como relator, prevê uma redução de funções comissionadas, de contratos de funcionários de empresas terceirizadas e a fusão de órgãos na Casa. Em 2011, o orçamento do Senado foi de R$ 3,3 bilhões.


Os integrantes da Mesa aprovaram, por unanimidade, a proposta de Ciro Nogueira de unificar o Interlegis, o Instituto Legislativo Brasileiro (ILB) e o Unilegis. Ficará apenas o ILB. Outra modificação, que atende a uma antiga reivindicação dos parlamentares, é permitir que funcionários comissionados se tornem chefes de gabinetes dos senadores – atualmente a função é reservada para servidores efetivos. A previsão é de cortar 30% dos contratos de mão de obra.
Fonte: Agência Estado
Sites e Blogs

Deixe um comentário