Menor investigado pela morte de estudante da UnB é solto

Marcas da violência contra o estudante, que se arrastou até o Eixo Monumental para pedir ajuda após golpes. Foto: PMDF/Divulgação

O adolescente de 14 anos, suposto autor das facadas que mataram o estudante da Universidade de Brasília (UnB), Arlon Fernando da Silva, de 29 anos, foi solto nesta segunda-feira (11). O jovem estava preso desde domingo (10). Segundo a Polícia Civil, os depoimentos prestados pelo adolescente são contraditórios.

O caso

Arlon foi assassinado a facadas na quinta-feira (7), quando voltava da UnB, onde fazia doutorado em Física. O crime ocorreu entre a Câmara Legislativa do DF e o Palácio do Buriti e é investigado como latrocínio – roubo seguido de morte. A bicicleta, contudo, ainda não foi encontrada.

Deixe um comentário