Meia do Atlético-PR é procurado pela polícia argentina por homicídio

 

Cabral está emprestado ao Furacão pelo Argentinos Juniors. Foto: Marco Oliveira/Atlético-PR

O meio-campista argentino naturalizado chileno Luciano Cabral, do Atlético-PR, está sendo procurado pela polícia argentina por causa de um suposto envolvimento no assassinato de um homem de 27 anos na cidade de General Alvear, na província de Mendoza. As informações são da rádio chilena Cooperativa.

A rádio Cooperativa sustenta que o pai do atleta foi detido, junto com um menor de 17 anos que também é suspeito. De acordo com o jornal argentino Día del Sur, o crime aconteceu no domingo e foi motivado por uma briga de rua. O homem assassinado morreu com golpes de pedras de alvenaria.

Outro jornal argentino, o Mendoza Post, garantiu que Luciano Cabral se apresentaria à Justiça acompanhado de um advogado para prestar esclarecimentos com relação ao episódio.

O meia de 21 anos surgiu no modesto Comisión de Actividade Infantiles (CAI), clube da região da Patagônia argentina, e ganhou projeção ao se transferir para o Argentinos Juniors, equipe com a qual ainda possui vínculo e o emprestou ao clube paranaense. Naturalizado chileno, Cabral defendeu a seleção do Chile do Sul-Americano sub-20 de 2015, realizado no Uruguai. 

 

} else {

Fonte:

Deixe um comentário