Médica que atendeu ciclista protesta e cobra punição

Bicicleta no local onde o ciclista foi atropelado na manhã deste domingo (10), na Avenida Paulista

A bicicleta de David Souza, após o acidente na avenida Paulista (Nelson Antoine/Fotoarena)
A médica Rachel Batista, do Hospital das Clínicas, que atendeu David Santos de Souza, atropelado enquanto andava de bicicleta na avenida Paulista, chamou o motorista responsável pelo acidente de “monstro”. O desabafo foi feito por meio de sua da conta no Facebook. No texto, ela diz que a atitude do motorista Alex Siwek, que jogou o braço amputado do ciclista em um córrego após achá-lo no interior do seu carro, inviabilizou a chance da vítima de recuperar o membro.   
“Quero manifestar a minha indignação quanto à atitude desse monstro que atropelou o ciclista na Avenida Paulista e que inviabilizou a chance desse menino de 21 anos de tentar recuperar o braço. A nossa equipe sente muito por essa desgraça. Estávamos prontos para tentar o reimplante. Infelizmente, a polícia e os bombeiros não conseguiram encontrar o braço no rio. O tempo para a tentativa já se foi e nos restou somente a opção de limpar e suturar a ferida”, escreveu a médica.
Atropelamento – O acidente ocorreu no domingo, por volta de 5h30. Segundo a polícia, testemunhas relataram que Siwek estava dirigindo em zigue-zague pela avenida e invadiu a faixa reservada para a ciclofaixa.
Fonte: Veja Online
Sites e Blogs

Deixe um comentário