MDB de Filippelli quer mais cargos no GDF

A turma de Tadeu Filippelli não está satisfeita com o escanteamento que vem sofrendo na administração Ibaneis Rocha. Quer mais espaço e respeito ao ex-presidente da legenda. A sanha do MDB por cargos no governo não se aquietou com a substituição do administrador do Park Way, José Joffre Nascimento, por uma afilhada política do deputado distrital, Hermeto (MDB).

Apesar da indignação da comunidade do bairro em ver o nome escolhido pelos moradores substituído por uma ingerência política externa, a cúpula do partido quer muito mais. E fala em milhares de cargos.

Num “encontro com os companheiros do MDB Brasília – DF da Zonal 10”, na Affonsolândia – chácara de Affonso Gomes (ex-assessor de José Saney no Senado) – a intenção dos emedebistas ficou clara. Ao convescote compareceram o atual e o ex-presidentes do partido, Rafael Prudente e Tadeu Filippelli, além do distrital Hermeto. Também compôs a mesa principal a nova administradora do Park Way, Aline Gomes de Farias.

Segundo vídeo compartilhado nas redes sociais, quem deu o tom ao encontro foi Irany Domingos Gomes, ex-administrador do Riacho Fundo 1 nos primeiros sete meses do governo Rollemberg. Era um protegido do distrital Cristiano Araújo, mas foi exonerado do cargo após surgirem rumores de que teria utilizado máquinas e equipamentos da administração para benfeitorias em sua chácara.

Desde então, parece que nutriu uma forte antipatia pelo PSB. Ao microfone, Irany reclamou que os amigos de Filippelli são discriminados na administração Ibaneis. “Dizer no GDF que apoiou Filippelli é uma senha para ficar mal no atual governo”, afirmou, conclamando a demissão imediata de todos que apoiaram Rollemberg.

Foi quando Hermeto ressaltou a demissão de José Joffre. “Exonerou um, mas tem mais quatro mil, Hermeto”, rebateu Irany. Disse ainda que “a paciência acabou e que o trabalho de Filippelli para eleger Ibaneis tem que ser respeitado”.

O vídeo não mostra como reagiram Prudente e Filippelli, mas alguns dos presentes – por sinal, vários com uniformes do GDF – confidenciaram que Irany falou tudo que Filippelli tinha a dizer.

Deixe um comentário