Marco Feliciano responde por estelionato no STF

Deputado (Pastor) Marco Antônio Feliciano PSC/SP

O deputado e pastor Marco Feliciano (PSC-SP). Novo presidente responde por estelionato no STF (Diógenis Santos/Agência Câmara )
novo presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, deputado federal e pastor Marco Feliciano (PSC-SP), é réu em uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) por crime de estelionato. Ele é acusado pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul de ter inventado um acidente no Rio de Janeiro para justificar a ausência em evento no Rio Grande do Sul, para o qual já havia recebido cachê, passagens e hospedagem. O deputado também é alvo de um inquérito por preconceito e discriminação no mesmo tribunal por causa de uma frase escrita em sua conta no microblog Twitter em 2011.
Feliciano foi eleito para a presidência da comissão após uma série de protestos de grupos ligados ao movimento LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transexuais), que o acusam de racismo e homofobia. 
Fonte: Veja Online
Sites e Blogs

Deixe um comentário