Maradona volta ao jogo político

“Sou cristinista”. Desta forma, o ex-técnico e ex-jogador argentino Diego Armando Maradona definiu sua posição política durante um jantar com empresários compatriotas, que estavam em uma missão comercial do governo da presidente Cristina Kirchner em Dubai. “El Diez”, ostentando uma camiseta com a efígie do líder guerrilheiro Ernesto Che Guevara, defendeu o governo alegando que “Néstor e Cristina nos removeram do poço econômico”, e criticou a oposição: “eles não são capazes de fazer um ensopado de carne.”
Maradona declara apoio ao governo de Cristina - Efe
Efe
Maradona declara apoio ao governo de Cristina
Maradona posou para fotos com o cartaz “Clarín mente”, alusivo ao Grupo Clarín – principal holding multimídia do país – considerado inimigo por Cristina. O ex-jogador declarou que deseja acompanhar as missões comerciais do governo ao exterior para promover os produtos Made in Argentina.
Depois de jantar com os empresários em Dubai, Maradona foi a Abu Dabi para reunir-se com Cristina. Segundo ele, a presidente “trabalha todos os dias para melhorar a Argentina.”
Fonte: Estadão
Sites e Blogs

Deixe um comentário