Mapa da mídia

Mensaleiros nas mãos de Celso de Mello

Agência Brasil, 12/09

Caberá ao ministro decano do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, decidir se cabem ou não os recursos dos réus condenados na Ação Penal 470, processo do mensalão. Ele pronunciará seu voto na próxima quarta-feira (18), quando a corte retoma o julgamento. A votação sobre a validade do recurso está empatada em 5 a 5.

Obama não explica ‘everything’

Veja online, 11/09

A presidente Dilma Rousseff disse ter pedido ao presidente dos EUA, Barack Obama, “tudinho (em inglês, everything) sobre a espionagem americana no Brasil”. Mas, na quarta-feira (11), a Casa Branca entregou uma resposta evasiva, praticamente sem explicação nenhuma. Susan Rice, conselheira de segurança nacional, disse que o país vai trabalhar com o Brasil para lidar com as preocupações causadas pelo vazamento de informações de espionagem contra Dilma e de invasão da rede de computadores da Petrobras.

Popularidade do governo sobe para 38,1%

G1, 10/09

A avaliação positiva do governo da presidente Dilma Rousseff passou de 31,3% em julho para 38,1% em setembro, mostra pesquisa do instituto MDA encomendada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT). O exame mostra ainda as intenções de votos para as eleições de 2014. Segundo a pesquisa espontânea (quando não são apresentados os nomes), Dilma lidera com 16%. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aparece em segundo, com 9,7%. Em terceiro está a ex-senadora Marina Silva com 5,8%.

Dilma impressionada com a cara de pau

Correio Braziliense, 4/9

Alvo da espionagem americana, a presidente Dilma Rousseff confidenciou a ministros detalhes da “desaforada” conversa que teve com o presidente Barack Obama em São Petersburgo, na Rússia. No encontro reservado, Obama reconheceu a bisbilhotice contra brasileiros e que a prática é “comum” entre países. Mas admitiu: “o custo-benefício para nós foi péssimo, dada a proporção que tomou”. Dilma, que esperava ouvir um pedido de desculpas, contou a ministros que ficou embasbacada com “cara-de-pau” do americano. Apesar de tudo, ela terá outra chance de confrontar Obama, na viagem a Nova York no próximo dia 23.

Fonte:

Deixe um comentário