Mais de 740 mil famílias do DF estão endividadas, aponta pesquisa

O número de famílias endividadas no Distrito Federal aumentou em 21,5 mil no mês de novembro, em comparação com o mesmo período no ano passado. Houve diminuição, entretanto, se comparado ao mês de outubro, e passou de 741.116 para 740.247. É o que mostra uma pesquisa divulgada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do DF (Fecomércio).

O cartão de crédito segue no topo da lista como o principal gerador de dívida. Do total dos endividados, 88,8% se declararam comprometidos nessa modalidade. A pesquisa mostra ainda que o universo de famílias com contas em atraso também diminuiu passando de 111,204 mil para 104,021 mil (queda de 7,183).

“A economia está mais estável, a inflação está controlada e não deve aumentar nos próximos meses, assim como não há perspectiva de aumento nas taxas de juros, o que deixa o consumidor mais seguro no emprego e com condições de quitar as suas dívidas”, explica o presidente da Fecomércio, Adelmir Santana.

A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) foi realizada com uma amostra de 600 famílias. O estudo serve para orientar os empresários dos setores de Comércio, Serviços e Turismo que utilizam o crédito como ferramenta estratégica para o incremento das vendas, uma vez que permite o acompanhamento do perfil de endividamento do consumidor e sua percepção em relação à capacidade de pagamento.

Deixe um comentário