Maior UPA do Brasil é inaugurada em Ceilândia

A maior cidade do Distrito Federal ganhou uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) proporcional ao seu tamanho. Com 2,5 mil metros quadrados de área construída, o novo espaço tem capacidade para atender até 400 pacientes por dia nas áreas de clínica médica, odontologia e pediatria. A unidade, inaugurada nesta quinta-feira (3), já está com as portas abertas para atendimento ao público.

 

“Essa UPA significa a possibilidade de organizar o sistema na maior cidade do DF, que hoje possui mais de 600 mil habitantes. Vamos atender aqui casos de menor gravidade, deixando o hospital e emergência mais desafogados. Essa unidade foi construída estrategicamente próximo ao Sol Nascente, que até então estava carente, e vamos construir outra nos mesmos padrões em breve”, afirmou o governador Agnelo Queiroz.

 

A proximidade da unidade com o Sol Nascente fez com que a moradora do setor prometesse cuidar mais de sua saúde e dos seus dois filhos. “Antes evitava ir ao hospital por que além de longe da minha casa eu não conseguia atendimento. Agora não terei mais esse problema. Já fui à UPA do Núcleo Bandeirante e fui atendida muito rápido e com muita atenção”, afirmou a estudante Celma Cristina Teixeira, 34 anos.

 

O desenvolvimento da Saúde em todo o DF foi ressaltado pelo secretário de Saúde, Rafael Barbosa, como um exemplo para o Brasil. “O DF é a unidade da Federação que mais investe em saúde, mais que a média nacional. Visitamos o Hospital de Ceilândia no começo desta gestão e o centro cirúrgico estava sucateado e, em poucas semanas, o governador resolveu a situação. Sobradinho II será a próxima cidade a receber uma UPA.”

 

Essa é a quinta e maior UPA entregue neste governo e contou com investimento de R$ 9,5 milhões. A construção segue o mesmo padrão das demais unidades em funcionamento no DF. O local conta com 300 profissionais, entre médicos, enfermeiros, dentistas e técnicos de enfermagem, de higiene dental, de radiologia, de laboratório e administrativo, além de bioquímico, farmacêutico, nutricionista e assistente social.

 

ESTRUTURA – A nova unidade conta com Laboratório para exames bioquímicos, farmácia, sala de raio-X, eletrocardiograma, sala de medicação e inalação e sala de urgências e observação 24 horas, adulto e pediátrica. A assistência é realizada de acordo com o Protocolo de Manchester, o qual determina que os pacientes sejam classificados por cores conforme a gravidade do caso.

Fonte:

Deixe um comentário