Mãe de Eliza diz que não perdoa Bruno

A mãe de Eliza Samudio, Sônia de Fátima Moura, afirmou nesta sexta-feira que não perdoa o goleiro Bruno Fernandes, 28 anos, pela morte da filha, em 2010. Em entrevista ao programa Mais Você, da TV Globo, Sônia disse que ficou decepcionada com a sentença atribuída ao réu, condenado na última madrugada a 22 anos e três meses de prisão – 17 anos e 6 meses em regime fechado. 
Sônia de Fátima Moura, mãe de Eliza Samudio, acompanhou o julgamento de Bruno e Dayanne em Contagem Foto: Ney Rubens / Especial para Terra
Ele poderá pedir a liberdade após cumprir 2/5 desse total, que equivalem a sete anos – como o ex-goleiro já permaneceu em cárcere por 2 anos e 8 meses, ele pode ficar preso até 2017. Sônia disse que teme represálias. “Quem garante que, quando sair, o Bruno não vai vir atrás de mim, do meu neto, e tentar fazer a mesma coisa que fez com a minha filha?”, afirmou.

Sônia chorou ao mostrar uma foto do neto, filho de Eliza em Bruno – na imagem, o garoto segurava uma foto da mãe. Para ela, a sentença de Bruno não foi justa e o julgamento não esclareceu o caso. 

Fonte: Portal Terra

Sites e Blogs

Deixe um comentário