Maduro prepara leilões semanais de dólares

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou ontem(10) que prepara para os próximos dias medidas econômicas para garantir o acesso de alimentos aos venezuelanos. Ele adiantou que fará leilões semanais de pelo menos US$ 900 milhões por meio do Sistema Complementário de Administração de Divisas (Sicad).

A medida foi anunciada após uma reunião de Maduro com o Comando Militar do país. “Decidi colocar na rua, por meio do Sicad, a cada semana um montante de pelo menos  US$ 900 milhões para complementar qualquer necessidade de investimento que a economia possa ter”, explicou.

A Venezuela tem controle cambiário, mas enfrenta forte especulação financeira do dólar. A moeda americana é comercializada no câmbio oficial a 6,30 bolívares, mas no mercado paralelo o valor ultrapassa os 40 bolívares. O país enfrenta problemas de desabastecimento e alta inflação.

Na terça-feira (8) Maduro foi à Assembleia Nacional para pedir poderes especiais, o que na prática poderá permitir que ele governe utilizando decretos. Ele também nomeou um novo vice-ministro para a área econômica, Rafael Ramírez, que até então atuava como ministro de Petróleo e Mineração.

Hoje, Maduro disse que se encontrou com Ramírez para discutir o aperfeiçoamento do sistema cambiário do país e ajustar o modelo da Comissão de Administração de Dividas (Cadivi). “Os dólares que a pátria precisa para seu funcionamento econômico e social, em todos os níveis, estão garantidos de forma completa e plena”, declarou Maduro.

O presidente venezuelano acrescentou que o governo está fazendo um “tremendo esforço para garantir ao povo do país sua vida econômica em paz e estabilidade social e política”. Maduro disse que vai anunciar o pacote econômico em breve.

Deixe um comentário