Luta de Mandela é paradigma mundial, diz Dilma

A presidente Dilma Rousseff comentou na quinta-feira a morte de Nelson Mandela, dizendo que a luta do ex-presidente sul-africano pelo fim do apartheid na África do Sul se transformou num “paradigma não só para o continente africano, como para todos aqueles que lutam pela justiça, pela liberdade e pela igualdade”.

“Personalidade maior do século 20, Mandela conduziu com paixão e inteligência um dos mais importantes processos de emancipação do ser humano da história contemporânea”, disse Dilma, em nota divulgada após o anúncio da morte do ex-presidente sul-africano.

Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também homenageou Mandela. Durante um evento de inauguração de um escola em Diadema, cidade na Grande São Paulo, ele pediu um minuto de silêncio.

“Tive a grata satisfação de ter feito parte de uma geração que brigou contra o apartheid. Tive o prazer de me encontrar com o companheiro Mandela em 1994, em Cuba, na comemoração do 1º de maio.”

“Tive o prazer de ser recebido pelo Mandela quando fui candidato e tive o prazer de sentir o significado da conquista da liberdade para um povo.”

“O grande legado do Mandela foi fazer com que o povo negro da África do Sul descobrisse uma coisa que parece simples, mas não é. Se a maioria do povo era negra, não tinha o menor sentido a minoria branca continuar governando aquele país.”

“Mandela foi uma coisa boa que de vez em quando Deus projeta nas nossas vidas. O mundo perdeu uma das figuras mais extraordinárias que conheci”, disse o ex-presidente.

Fonte:

Deixe um comentário